Axónios Gastos - fibras condutoras ou prolongamentos de neurónios que se encontram já consumidos.

sexta-feira, janeiro 21, 2005

dissecação al ajillo...III

3ª e última parte:
"La evasión fiscal impune es otro aspecto que ha castrado inversiones del sector público con potenciales efectos positivos en la superación de la crisis económica y el desempleo, que este año llegó a 7,3 por ciento de la población económicamente activa....que fustiga la falta de honestidad en la declaración de impuestos de los llamados profesionales liberales. Según esos documentos entregados al fisco, médicos y dentistas declararon ingresos anuales promedio de 17.680 euros (21.750 dólares), los abogados de 10.864 (13.365 dólares), los arquitectos de 9.277 (11.410 dólares) y los ingenieros de 8.382 (10.310 dólares). Estos números indican que por cada seis euros que pagan al fisco, ”le roban nueve a la comunidad”, pues estos profesionales no dependientes deberían contribuir con 15 por ciento del total del impuesto al ingreso por trabajo singular y sólo tributan seis por ciento
Con la devolución de impuestos al cerrar un ejercicio fiscal, éstos ”roban más de lo que pagan, como si un carnicero nos vendiese 400 gramos de bife y nos hiciese pagar un kilogramo, y existen 180.000 de estos profesionales liberales que, en promedio, nos roban 600 gramos por kilo”Si un país ”permite que un profesional liberal con dos casas y dos automóviles de lujo declare ingresos de 600 euros (738 dólares) por mes, año tras año, sin ser cuestionado en lo más mínimo por el fisco, y encima recibe un subsidio del Estado para ayudar a pagar el colegio privado de sus hijos, significa que el sistema no tiene ninguna moralidad”
E foi esta a breve análise feita por um cronista espanhol que em cheio caracterizou certos problemas deste nosso país! Espero que tenham gostado...ou não!
|| JMC - João Maria Condeixa, 05:29

11Comentários:

Sérgio Figueiredo
Decadência soviética
sf@mediafin.pt
--------------------------------------------------------------------------------


Na decadência do império soviético, um camarada que faltava frequentemente às reuniões do Politburo foi abordado por um outro dirigente inquiridor: «então camarada, faltaste à última reunião?». Resposta: «bem, se soubesse que era a última, tinha ido». Álvaro Barreto pensava que era a última. Por isso não foi ontem à reunião do Conselho de Ministros.
Oficialmente, apanhou gripe. E, prudente, não quis contagiar os colegas de Governo.

Sucede que, à mesma hora, preferia ficar no seu Ministério, recebendo outras pessoas. Que, pelos vistos, são mais imunes a vírus do santanismo.

Este episódio seria isso e apenas isso. Não fosse Barreto um ministro de Estado, número dois do Governo, e não fosse este último Conselho de Ministros sobretudo marcado pela polémica dos dossiers por si directamente tutelados.

Assim, ao trocar a última reunião na Presidência do Conselho de Ministros pelo ar-condicionado do seu gabinete, o engenheiro Barreto revelou tudo: a aversão a problemas que dão trabalho, a falta de empenho no Governo, a desconsideração pelo primeiro-ministro e, afinal, uma falta de sentido de Estado.

Não era coisa pouca que estava ali em causa. Nem pouca, nem pacífica. Entre Álvaro Barreto e Santana Lopes, que desde sempre divergiu da solução Galp / Petrocer, o ambiente não estava fácil. Outras matérias relevantes, ainda na energia, estavam agendadas para o Conselho de Ministros.

Nem com uma perna partida ou afónico, Barreto não podia faltar àquela reunião. Por isso, Santana decidiu convocar outro Conselho de Ministros para a semana. Por isso, decidiu reagendar o tema Galp. Por isso, o que está a dizer é «camarada Barreto, prà semana não podes faltar...».

E assim cai mais um mito deste equívoco que dura há seis meses e se chama Governo. O ministro das Actividades Económicas sabia o que estava a dizer quando confessava aos amigos mais próximos que não pensava envolver-se muito na governação: «vou ser ministro não-executivo», disse a um parceiro de golfe.

A agonia do santanismo torna-se, a cada dia que passa, mais e mais impiedosa. A decomposição atingiu o interior do Governo. Começou com os amigos (aquele adjunto, que já ninguém lembra o nome...). E acaba nos ministros PP, que já andam em campanha contra ele e a calcular as chances que têm se Sócrates falhar a maioria absoluta.

Os dois pilares de credibilidade, aqueles que levaram empresários e gestores a entusiasmarem-se com a equipa económica do Governo, ruíram.

A somatização das críticas levou Bagão Félix a incompatilizar-se com a imprensa, com a banca, com as agências de rating, com a ministra anterior, com o Eurostat, enfim, com o mundo.

A preguiça assumida, mais a prudência calculista, faz o ministro das Actividades Económicas acabar o mandato neste Governo como se nunca dele tivesse participado. Barreto queria passar à história como ministro-fantasma.

Só Mexia continua na estrada. Com as ganas com que chegou. O programa do PSD tem medidas estilo-Schwarzneger, o Exterminador. Dado o contexto, parece o ministro de Informação de Saddam: as tropas inimigas às portas de Bagdade e ele grita «estamos a esmagá-los».
Anonymous Anónimo, at 3:05 da tarde  
Nova Palavra adicionada aos dicionários e enciclopédias Portuguesas.

Santanice - acto ou acção de alguém que acaba sempre por prejudicar outro
alguém e ser também ele prejudicado com esse acto ou acção, sem ter
consciência disso. Forma de agir inopinada e irresponsável que prejudica toda a gente
envolvida directa ou indirectamente na acção, sem que o autor tenha uma
consciência absoluta dos consequências dessa acção; "fez-lhe uma
santanice"; "acabou por se santanizar"; "se disse isso vai ser santanizado" -
estupidez, parvoíce, inexperiência, irresponsabilidade de grande dimensão, efeito
negativo de algo dito ou feito por um inconsciente com poder para o fazer.
Anonymous Anónimo, at 3:32 da tarde  
Não percebo o que estes comentários têm directamente relacionado com o post!
Enfim... É a eterna demagogia de esquerda!
Já agora, sócrates não vai descer as propinas, vai implantar portagens nas scuts, etc. Será que o programa de governo do ps é um programa de gestão, ou será mesmo uma cópia santanista?
Anonymous Anónimo, at 5:29 da tarde  
http://www.observador-atento.blogspot.com/
Anonymous Anónimo, at 2:04 da tarde  
Infelizmente é mesmo uma cópia.
Ass: optimista-céptico
Anonymous Anónimo, at 10:16 da manhã  
Retirado do blogue do PP

"Vamos ser claros:

Qual o partido que originou as maiores trapalhadas no seio deste governo?
O PSD!

De que partido é o político que abandonou o governo e decidiu ir para a Comissão Europeia, provocando a instabilidade política que se conhece?
Do PSD!

Em que congresso partidário se elegeu como alvo-prioritário o parceiro de coligação?
No do PSD!

De que partido é o ministro que se demitiu, que acusou o primeiro-ministro de deslealdade e que provocou a queda deste governo?
Do PSD!

Neste governo, que em breve vai cessar funções, quem representou a lealdade, a seriedade, o espírito de missão e a estabilidade?

A resposta é óbvia, não é?"

Que amigos são eles. Uma coligação blindada.
Depois das eleições os pequenos PP vão mas é lavar escadas.
Mais pérolas destas em http://www.observador-atento.blogspot.com/
Anonymous Anónimo, at 10:29 da manhã  
Realmente, o que é que estes comentários tem a ver com o post?
Não digo que não sejam pertinentes, mas estão descontextualizados.

Já vi que por aqui existem um axónios gastos, outros nem por isso, hehehe

Para uma cura preventiva(?) convido V. Exas a visitar a Embaixada de Zurugoa.

http://zurugoa.blogspot.com

salut
Blogger Bandido ORiGInAl, at 9:11 da tarde  
Um dia que o PP consiga formar governo sem ser o PSD a abrir a porta, já poderá ter mais notícias no seu blog.
Força PP, este ano vais conseguir ser a 5ª força política!
Anonymous Anónimo, at 9:02 da tarde  
E… realmente… o PP é a 5ª força política.
Parabéns PP!
20-2-2005
Anonymous Anónimo, at 8:08 da tarde  
... ou quase!
Anonymous Anónimo, at 11:38 da tarde  
Este último anónimo que ditou este comentário teve a infelicidade de ser precoce...o CDS/PP não foi a 5ª força política nem se transformou no partido do táxi. Num ano em que o país segundo a minha opinião faz infelizmente, uma viragem à esquerda muito bem se portou este partido...Novas hão de existir, mais cartas irão surgir...espere pela sua mão e não se corrija de hora a hora!
Blogger JMC - João Maria Condeixa, at 3:25 da manhã  

Add a comment

Site Meter BlogRating