Axónios Gastos - fibras condutoras ou prolongamentos de neurónios que se encontram já consumidos.

sábado, janeiro 22, 2005

De novo a todo o vapor..

Depois da famigerada época de exames, volta o Axónios Gastos à acção em pleno. O problema de um blog escrito a duas mãos, a duas mãos do mesmo corpo, reside na perda de ritmo e na consequente descida de afluência. Mas estou certo que será recuperável....E para o fazer, que tal parar para pensar no que se passou nestes últimos 15 dias?
Não demorará muito, afinal não houve assim tantas novidades.. Manteve-se a pré-campanha, os blogs dos políticos proliferaram, os debates da SIC Notícias marcaram estes dias de agenda política ( principalmente pela renúncia de José Sócrates e pela "capacidade de gerar vida" do BE), em Évora apareceram "Publicamente" as "ligações perigosas" de favorecimentos a construtores por parte da CME e acendeu-se a polémica em torno do encerramento da Pousada da Juventude.
Já num passado mais próximo deu-se o debate entre Santana Lopes e José Sócrates, onde apesar da tepidez e serenidade, saiu um vencedor que segundo a maioria das opiniões terá sido, o líder do PSD.
Mas e nos bastidores?
Dos bastidores saiem pérolas como a seguinte:
"Em quem é que eu voto? É a pergunta que mais recebo e mais me fazem.É o sinal de uma crise de representação por parte de um eleitorado que votava PSD ou PS, a que se soma os que já afirmaram que iriam votar em branco. O PSD afasta, o PS não atrai. As sondagens já começam a revelar esta crise: o PS desgasta-se mais longe da maioria, o PSD não descola de um dos resultados piores de sempre, as margens sobem pouco, a abstenção ameaça níveis consideráveis. Esta realidade é mutável, mas enuncia um problema.Voltaremos aqui. "
Para quem quiser ficar a saber, esta é uma transcrição de Pacheco Pereira em resposta aos seus leitores mais assíduos, mas que, ao contrário do que é seu hábito, abriu a porta a Paulo Portas!
Vai um Alka-Seltzer JPP?
|| JMC - João Maria Condeixa, 05:34 || link || (5) Comentários |

sexta-feira, janeiro 21, 2005

dissecação al ajillo...III

3ª e última parte:
"La evasión fiscal impune es otro aspecto que ha castrado inversiones del sector público con potenciales efectos positivos en la superación de la crisis económica y el desempleo, que este año llegó a 7,3 por ciento de la población económicamente activa....que fustiga la falta de honestidad en la declaración de impuestos de los llamados profesionales liberales. Según esos documentos entregados al fisco, médicos y dentistas declararon ingresos anuales promedio de 17.680 euros (21.750 dólares), los abogados de 10.864 (13.365 dólares), los arquitectos de 9.277 (11.410 dólares) y los ingenieros de 8.382 (10.310 dólares). Estos números indican que por cada seis euros que pagan al fisco, ”le roban nueve a la comunidad”, pues estos profesionales no dependientes deberían contribuir con 15 por ciento del total del impuesto al ingreso por trabajo singular y sólo tributan seis por ciento
Con la devolución de impuestos al cerrar un ejercicio fiscal, éstos ”roban más de lo que pagan, como si un carnicero nos vendiese 400 gramos de bife y nos hiciese pagar un kilogramo, y existen 180.000 de estos profesionales liberales que, en promedio, nos roban 600 gramos por kilo”Si un país ”permite que un profesional liberal con dos casas y dos automóviles de lujo declare ingresos de 600 euros (738 dólares) por mes, año tras año, sin ser cuestionado en lo más mínimo por el fisco, y encima recibe un subsidio del Estado para ayudar a pagar el colegio privado de sus hijos, significa que el sistema no tiene ninguna moralidad”
E foi esta a breve análise feita por um cronista espanhol que em cheio caracterizou certos problemas deste nosso país! Espero que tenham gostado...ou não!
|| JMC - João Maria Condeixa, 05:29 || link || (11) Comentários |

quinta-feira, janeiro 20, 2005

Com a dança da chuva...sim, é possível!


Peço encarecidamente ao PCP que faça novamente dançar Geronimo,The last free apache, para ver se temos chuva nos tempos mais próximos. Como estamos, não há agricultura ou pecuária que aguente. Lembrem-se dos trabalhadores agrícolas e através de uma dança das chuvas, dêem-lhes o que tanta falta faz...
Programa eleitoral do PCP - Ponto 1- Animar o Geronimo e fazê-lo dançar como se viu nas televisões!
Portugal agradece...

|| JMC - João Maria Condeixa, 15:38 || link || (7) Comentários |

dissecação al ajillo...II

Prossegue então assim, o cronista espanhol acerca da realidade portuguesa:
"Los números indican que Portugal es el país de la UE con mayor desigualdad social y con los salarios mínimos y medios más bajos del bloque, al menos hasta el 1 de mayo, cuando éste se amplió de 15 a 25 naciones. También es el país del bloque en el que los administradores de empresas públicas tienen los sueldos más altos.
Esta situación de desigualdad aflora cada día con los ejemplos más variados. El último es el de la crisis del sector automotriz. Los comerciantes se quejan de una caída de casi 20 por ciento en las ventas de automóviles de baja cilindrada, con precios de entre 15.000 y 20.000 dólares. Pero los representantes de marcas de lujo como Ferrari, Porsche, Lamborghini, Maserati y Lotus (vehículos que valen más de 200.000 dólares), lamentan no dar abasto a todos los pedidos, ante un aumento de 36 por ciento en la demanda.
Estudios sobre la tradicional industria textil lusa, que fue una de las más modernas y de más calidad del mundo, demuestran su estancamiento, pues sus empresarios no realizaron los necesarios ajustes para actualizarla. Pero la zona norte donde se concentra el sector textil, tiene más autos Ferrari por metro cuadrado que Italia. Un ejecutivo español de la informática, Javier Felipe, dijo a IPS que según su experiencia con empresarios portugueses, éstos ”están más interesados en la imagen que proyectan que en el resultado de su trabajo”.
Para muchos ”es más importante el automóvil que conducen, el tipo de tarjeta de crédito que pueden lucir al pagar una cuenta o el modelo del teléfono celular, que la eficiencia de su gestión”, dijo Felipe, aclarando que hay excepciones. ”Todo esto va modelando una mentalidad que, a fin de cuentas, afecta al desarrollo de un país”, opinó.
Retratados assim penso como estará a taxa de poupança dos portugueses, qual a qualidade da nossa "elite" e qual a sua influência na nossa economia...
Esperem pela 3ª parte...
|| JMC - João Maria Condeixa, 01:57 || link || (4) Comentários |

sábado, janeiro 15, 2005

dissecação al ajillo...

Eis a opinião Espanhola a fundamentar, ela também, algumas das questões já aqui abordadas no Axónios Gastos. Sairá por partes de forma a não perder todo o seu conteúdo, que me parece a mim, bastante acertado e comprometedor!
DESARROLLO-PORTUGAL:Lejos de Europa
Mario de Queiroz
"A diferencia de España, Grecia e Irlanda (que hicieron también parte del ”grupo de los pobres” de la UE), Portugal no supo aprovechar para su desarrollo los cuantiosos fondos comunitarios que fluyeron sin cesar desde Bruselas durante casi dos décadas, coinciden analistas políticos y económicos. "..."La convergencia de la economía portuguesa con las más avanzadas de la OCE pareció detenerse en los últimos años, dejando una brecha significativa en los ingresos por persona”, afirma la organización. En el sector privado, ”los bienes de capital no siempre se utilizan o se ubican con eficacia y las nuevas tecnologías no son rápidamente adoptadas”, afirma la OCDE.
La fuerza laboral portuguesa cuenta con menos educación formal que los trabajadores de otros países de la UE, inclusive los de los nuevos miembros de Europa central y oriental”, señala el documento.
Portugal gasta más que la gran mayoría de los países de la UE en remuneración de empleados públicos respecto de su producto interno bruto, pero no logra mejorar significativamente la calidad y eficiencia de los servicios.
En los últimos 18 años, Portugal fue el país que recibió más beneficios por habitante en asistencia comunitaria. Sin embargo, tras nueve años de acercarse a los niveles de la UE, en 1995 comenzó a caer y las perspectivas hoy indican mayor distancia. ¿Dónde fueron a parar los fondos comunitarios?"
Gostaram? Então não percam porque amanhã há mais!Infelizmente...
|| JMC - João Maria Condeixa, 16:18 || link || (8) Comentários |

sexta-feira, janeiro 14, 2005

Viagens no tempo


No dia 01 de Outubro, José Sócrates , acerca da eliminação dos benefícios fiscais disse, "Este é um verdadeiro ataque fiscal à classe média, e se o governo insistir neste caminho, o PS votará contra o Orçamento de Estado", entretanto e passados 3 meses, refere que
"Quanto aos benefícios fiscais, o que eu referi foi que haverá estabilidade fiscal. Houve uma decisão para acabar com estes benefícios e de baixar o IRS. Eu na altura fui contra. Mas acho que passado este tempo, o que devemos fazer é lutar para termos estabilidade fiscal, que é muito importante para as famílias e as empresas".
Ora perante tais afirmações, ou o orçamento e esta questão em particular não eram assim tão prejudiciais, ou o PS não conseguiu entretanto encontrar uma solução alternativa apesar dos inúmeros Gabinetes de Estudo, ou então o espaço temporal é realmente relativizado através da teoria de Einstein e "passado este tempo" é uma eternidade que legitima a mudança de opinião!
E já agora, é preciso "lutar para termos estabilidade fiscal, que é muito importante para as famílias e as empresas"...mas a estabilidade governativa, económica e funcional já não interessou aquando da dissolução...
No poder ou na oposição, a qualquer partido, Portugal pede, visão estrutural, honestidade política, coerência programática e definição das atitudes!
|| JMC - João Maria Condeixa, 04:19 || link || (6) Comentários |

quinta-feira, janeiro 13, 2005

O inverso

Ora aí está uma opinião totalmente contrária à minha...Como se pode ver pela notícia da TSF a opinião de Jerónimo de Sousa em relação ao défice, é totalmente oposta à minha que está patente no Blog "Transcrições". Estas diferenças não são de agora, mas vale sempre a pena transmiti-las...
PS- queria agradecer a hospitalidade do Blog "Transcrições", do Alexandre Mota, por ter arranjado um outro "tecto" para os esboços estruturantes.
PSII- Não estranhem a quebra de ritmo, prometo que é passageiro!
|| JMC - João Maria Condeixa, 04:44 || link || (3) Comentários |

sábado, janeiro 08, 2005

Ninguém o compreende...


Sente-se só...sente-se isolado numa rua das amarguras parlamentares. Ninguém o compreende.
Quando anunciou que iria manter, para regojizo próprio certamente, o Governo de coligação (durante 4 meses, lembremo-nos)...O PS revoltou-se.À Dra. Ana Gomes saltaram-lhe as carótidas de tanto criticar...
Quando dissolveu, sob o risco de uma catástrofe económica, uma maioria parlamentar de coligação que se encontrava estável, ninguém o entendeu...A maioria parlamentar protestou!
Quando agora apresenta uma proposta de maiorias necessárias ao país, justamente depois de ter dissolvido uma, só porque o seu Partido Socialista assim tanto pede e ele se sentiu na obrigação de ajudar, também ninguém o compreende... Nem os Socialistas...ou será que era descaramento a mais vir aplaudir o PR e depois o eleitorado "apanhar" a jogada?
Cabe ao partidos trabalharem para as ditas maiorias e cabe aos eleitores darem-nas...ou não!
Meu caro Presidente da República descanse e faça umas "presidências abertas" pelo estrangeiro...

|| JMC - João Maria Condeixa, 16:20 || link || (10) Comentários |

quarta-feira, janeiro 05, 2005

Interferências


De um lado dizia vai, do outro dizia não vai. Quem tem dois telemóveis sofre destas interferências. Tendo em conta que há três redes, considere-se Pôncio Monteiro com sorte por não ter recebido uma terceira chamada vinda, por exemplo, de Cavaco Silva: "Olha que ficas com a carreira académica e desportiva prejudicada!"
|| JMC - João Maria Condeixa, 11:57 || link || (0) Comentários |

segunda-feira, janeiro 03, 2005

Esboços Estruturantes


Embora gostasse de aqui colocar a última crónica que fiz para o Notícias Alentejo, acho que fica um pouco desenquadrada do modelo que o Axónios Gastos segue. Torna-se demasiado extensa para o formato deste blogue.
Assim sendo, recomendo que por lá passem e a leiam. Tem por título Esboços Estruturantes.
|| JMC - João Maria Condeixa, 13:05 || link || (4) Comentários |

domingo, janeiro 02, 2005

Feliz Coincidência...


Extraordinário. Por mero acaso e feliz coincidência, no Público de hoje, até agora, a seguinte notícia:
"Maçonaria

Principais lojas fizeram pacto para evitar escândalos como o da Moderna. Os grãos-mestres das duas principais lojas maçónicas portuguesas fizeram um pacto de não agressão e de controlo de eventuais transgressores da ética maçónica. O objectivo é evitar eventuais escândalos como o da Universidade Moderna. TEXTO "

tinha como link na palavra "texto", esta outra:

"Mário Soares Defende em Entrevista ao "El País"
próximo Governo de "salvação nacional"
Ex-Presidente da República confiante na maioria absoluta do PS"

Não deixa de ser curioso. Será que é este o objectivo da maçonaria? Colocar o PS no governo, evitar escândalos aos Socialistas como os de 2004 e promover a não agressão e controlo de eventuais transgressores no seio partidário?
(estas últimas eram mais indicadas para o PSD)
Para os mais cépticos aqui fica a "página impressa" do Público, onde se deverá clicar em "texto" na notícia sobre Maçonaria à qual corresponde/ia esta outra
P.S. - realmente Soares não podia começar 2005 sem fazer daquelas a que nos habituou em 2004...

|| JMC - João Maria Condeixa, 15:01 || link || (0) Comentários |
Site Meter BlogRating