Axónios Gastos - fibras condutoras ou prolongamentos de neurónios que se encontram já consumidos.

segunda-feira, outubro 31, 2005

O Pessimismo sobe...

É perfeitamente normal que suba...O governo é socialista, todas as estruturas estatais começam a sê-lo ( se não o são já)!O sporting não ganha há 4 jornadas, as contas públicas não vêem melhorias e perfilam-se a continuação do investimento em elefantes brancos! Sobre as carteiras de cada um dos portugueses paira a ameaça...o sporting não ganha há 4 jornadas! Os autarcas vencedores são sobretudo aqueles em quem ninguém confia, mas que já se sabiam presidentes 15 dias antes da ida às urnas! A justiça pára para uma grevezinha e não há problemas de maior...o sporting não ganha há 4 jogos...queriam o quê? Optimismo?
|| JMC - João Maria Condeixa, 10:41 || link || (3) Comentários |

quinta-feira, outubro 27, 2005

Um mano a mano diferente..

Sonhar não faz mal, antes pelo contrário...Não me importava mesmo nada de ver Mário Soares a ceder os votos a Manuel Alegre para uma segunda volta frente a Cavaco Silva. Seria ele capaz de engolir tal sapo? Seria a estrutura socialista capaz de equacionar tal cedência?
Mas que me dava gozo, dava!!
|| JMC - João Maria Condeixa, 17:15 || link || (10) Comentários |

terça-feira, outubro 25, 2005

E esta hein?

Francisco Louçã, na Visão da semana que passou tem duas tiradas excelentes:
"Falar claro não é um defeito" e "O populismo é o discurso da facilidade e eu quero levantar as questões difíceis". Estará este rapaz ciente de quem é, do diz e do que faz? É que a mim parece-me antes que ele enterra as questões difíceis e apenas levanta o facilitismo...mas isto sou eu, armado em moralista, coisa que ele nem é...e mesmo que o fosse não seria defeito, seria feitio!
|| JMC - João Maria Condeixa, 03:49 || link || (3) Comentários |

sábado, outubro 22, 2005

The tape

Depois de, na campanha para o Senado da Universidade de Évora, ter visto retomar o antigo discurso do "queremos mais cadeiras", "mais mesas", "melhores cantinas", "mais transportes", "mais giz e apagadores", vejo agora, que também Jerónimo insiste em manter a cassete do antigamente!Não que me agrade especialmente o candidato Cavaco, mas não será por causa destas razões...
|| JMC - João Maria Condeixa, 14:30 || link || (10) Comentários |

Operação Furacão

Mas alguém tem dúvidas que este furacão ficará neutralizado logo à partida nas secretarias, não atingindo viv'alma?
Espero bem não ter razão...
|| JMC - João Maria Condeixa, 14:26 || link || (0) Comentários |

quarta-feira, outubro 19, 2005

Como este há muitos...


Para além de se declarar inocente refere também em tribunal que ainda é Presidente do Iraque. Estará ele a sofrer do mesmo que a protagonista do filme "Adeus Lenine"?
|| JMC - João Maria Condeixa, 21:00 || link || (4) Comentários |

Muitos querendo nada!

Lamento a "quase" repetição do tema, mas aqui vos deixo mais um post transformado em crónica:
No rescaldo de qualquer momento eleitoral fazem-se análises diversas. No rescaldo de umas autárquicas poder-se-á fazer a análise de um país. Sinto-me privilegiado para o fazer. Atendendo a certos compromissos, tive oportunidade de percorrer este país de lés-a-lés durante o período de campanha para os combates autárquicos. Tive oportunidade de conhecer o país. De conhecer melhor as suas gentes, os seus políticos, os seus partidos no terreno, os seus candidatos, os seus problemas, enfim...tive oportunidade para tirar uma série de radiografias a uma série de regiões e concelhos.
Foi tremendamente cansativo, mas extremamente pedagógico. Vi "fins do mundo" de pasmar pela sua beleza, vi um país em que a diversidade ainda impera. Vi a cultura portuguesa nas suas mais diversas correntes. Vi as suas gentes sãs, o alento que as estimula, o calor que libertam quando nos acolhem, a simpatia que trazem nos olhos e a enorme boa-vontade que lhes preenche o coração! Vi o país real que coberto pela área ardida, fogos presentes e seca extrema, continua a viver por prazer, por gosto, por amor à terra!
Mas assustei-me! Para além de outros problemas, de outros obstáculos, vi todo um país querer o mesmo. Todos por esse país queriam um mesmo modelo...um mesmo modelo que está esgotado...um mesmo modelo que não serve a todos!
Todos querem Auto estradas, todos querem Universidades, todos querem Turismo de excelência, de elite, todos querem campos de Golfe...Todos querem o mesmo modelo, independentemente se lhes serve ou não...se está esgotado ou não...se pode ser viável ou não!
Esta vontade, estes anseios, são o resultado do “desespero” causado pelas assimetrias que se constatam entre o mundo rural e o mundo urbano, entre interior e litoral, que em vez de se ir esbatendo corre riscos de aumentar. Mas mais do que isso, estes desejos surgem como resultado de um Portugal pobre e pouco qualificado que no interior vai ainda respirando.
Todos querem muito, sem quererem nada! Falta-lhes saber e conhecer, falta-lhes formação e qualificação, mentalidade e massa crítica, para exigirem mais, para exigirem diferente!
Infelizmente não tendo estas premissas referidas, julgam que resolvem o problema da interioridade e das assimetrias, importando Lisboa ou Porto para os seus concelhos, para as suas vilas, para o seu recanto de Portugal.
É lógico que existe a necessidade de desenvolvimento, mas nem tudo o que existe nas metrópoles poderá ser positivo e devidamente enquadrado em realidades tão distintas. Não seria bom para essas zonas, nem seria bom para a nação.
Cada qual, na sua cultura específica, no seu património único, na sua identidade geográfica, deverá encontrar soluções que lhe permita desenvolver projectos para captar atenções e dar prosperidade genuína à sua região. Só assim poderá ser sustentável, só assim poderá ser competitiva e a longo prazo frutífera.
Portugal merece desenvolver-se em toda a sua extensão, mas sem que isso seja adversário da sua identidade e diversidade.
Sigamos nesse sentido...
|| JMC - João Maria Condeixa, 20:52 || link || (0) Comentários |

segunda-feira, outubro 17, 2005

Um ano


E de forma quase tão repentina como o seu começo, dá-se o completar de um ano de Axónios Gastos! Tornou-se um vício que me faz bem, que me faz feliz...um vício que me obriga a ligar o PC antes de sair de casa para ver o que se passou durante a noite e a escrever quase todos os dias antes de me deitar, ao mesmo tempo que dou a volta à blogosfera! Tem altos e baixos nas suas visitas diárias, mas muito me espanta que haja ainda pessoas com paciência para por cá passar. Tem tido pouca discussão, mas se tudo correr bem isso mudará...
Os próximos tempos serão de continuidade, mantendo a mesma linha, mas tentando inovar nalguns aspectos. Queira a política e a actualidade em Portugal fornecer material para lhe dedicar umas humildes e gastas linhas! Aos que por aqui passam, concordando ou discordando, dizendo mal ou bem, o meu sincero obrigado!
|| JMC - João Maria Condeixa, 20:23 || link || (12) Comentários |

terça-feira, outubro 11, 2005

De regresso...

Estive fora. Percorri o país quase de lés a lés. Foi tremendamente cansativo, mas extremamente pedagógico. Vi "fins do mundo" de pasmar pela sua beleza, vi um país em que a diversidade ainda impera. Vi a cultura portuguesa nas suas mais diversas correntes. Vi as suas gentes sãs, o alento que os estimula, o calor que libertam quando nos acolhem, a simpatia que trazem nos olhos e a enorme boa-vontade que lhes preenche o coração! Vi o país real que coberto pela área ardida, fogos presentes e seca extrema, continua a viver por prazer, por gosto, por amor à terra!
Mas assustei-me! Para além de outros problemas, de outros obstáculos e de outras falhas que falarei mais tarde, vi todos quererem o mesmo. Todos por esse país queriam um mesmo...um mesmo que está esgotado...um mesmo que não serve a todos!
Todos querem Auto estradas, todos querem Universidades (não servem politécnicos, sequer), todos querem Turismo de excelência, de elite, todos querem campos de Golfe...Todos querem o mesmo modelo, independentemente se lhes serve ou não...se está esgotado ou não...se seria viável ou não!
Todos querem muito, sem quererem nada! Falta-lhes saber e conhecer, para exigirem mais, para exigirem diferente!
|| JMC - João Maria Condeixa, 19:50 || link || (3) Comentários |
Site Meter BlogRating