Axónios Gastos - fibras condutoras ou prolongamentos de neurónios que se encontram já consumidos.

sexta-feira, março 25, 2005

Cocktail amolecedor...

Supostamente estimuladores, tornam-se em cocktails amolecedores. Misturas infelizes de Viagra, Red Bull e ecstasy têm o poder dar asas em troca de funções de outros órgãos.
Eu por mim, enquanto bebedor de Red Bull, vou deixar as asas ao anjo Gabriel e meter-me na minha vida que tenho mais que fazer...
O resto do artigo do DN também é importante, pois realça o comércio online de fármacos enquanto problema de saúde pública mundial. Só agora, tanto quanto é enunciado, se discute em Conselho da Europa, o controlo e combate a existir nesta área....
Nós preocupados ainda nos supermercados e lá fora a preocupação é outra!
A propósito parece-me bem terem colocado responsáveis técnicos nas superfícies comerciais para a venda de fármacos sem receita e que tenha sido retirada a possibilidade de venda da pílula do dia seguinte nas prateleiras dos ditos estabelecimentos...caminhamos na direcção do acordo!
P.S. - o comprimido da foto tem nome...chama-se Sexctasy...e pelos vistos tem marca!
|| JMC - João Maria Condeixa, 21:31 || link || (3) Comentários |

quinta-feira, março 24, 2005

Visão

Não viver a época, a era, o engenho, o acontecimento, o mundo e ainda assim descrevê-lo...é possível? Descrevê-lo ao mísero pormenor? Assente em bases cientificas, extrapolando-as para horizontes nunca sonhados e 100 anos depois serem concretizados?
É possível! Júlio Verne fê-lo. Júlio Verne fá-lo, 100 anos, hoje, após a sua morte!
Grato ao Sexo dos Anjos por me ter lembrado...
P.S.- Já no século XXI e ainda não conheço Paris
|| JMC - João Maria Condeixa, 17:04 || link || (0) Comentários |

quarta-feira, março 23, 2005

Tecnologia da IVG

Numa clara demarcação da atitude do antigo chefe de governo socialista, António Guterres, que se assumiu contra a despenalização em entrevista à Rádio Renascença, em 1998, - depois de em 1984 ter votado a favor da lei hoje em vigor -, Sócrates relembrou: "Sempre me bati por uma mudança da lei." Até porque, argumentou, "também aqui se joga um passo decisivo na modernização do país".
Aí está, assim começa o primeiro passo no sentido do plano tecnológico...realmente tinham razão em lhe chamar choque! Afinal é tudo uma questão de modernidade...
|| JMC - João Maria Condeixa, 17:09 || link || (4) Comentários |

Um país relativamente finado

Será um fim relativo? Será um fim definitivo? Um fim premeditado para que ninguém ouse assoar-se nas suas gravatas por engano?
O Axónios Gastos lamenta Il fine, pois gostava de ver agora a versão defensiva deste País Relativo
Recomeçam daqui a quatro anos?
|| JMC - João Maria Condeixa, 16:45 || link || (0) Comentários |

terça-feira, março 22, 2005

Ontem até choveu...mas foi só ontem!


Dia 22 de Março, dia Mundial da Água. Instituido pela ONU em 1992, serve este dia fundamentalmente para lembrar o quão precioso é este recurso. A negligência coadjuvada com a falta de visão estratégica de todos os governos a nível mundial, tem ajudado aos fenómenos que vivemos hoje: A seca.
A figura apresentada já não é dos dias de hoje, a escassez já não está assim tão localizada. A quantidade de água disponível per capita tem diminuído desde 1970. Somando o crescimento populacional, o aumento de ocupação territorial, a poluição, o aquecimento global, mas acima de tudo uma mentalidade autista para com esta causa, teremos nos próximos 15 anos uma redução de 1/3 na quantidade disponível para cada pessoa.
Eu aqui em Évora já a seca senti, para o ano em todo o país sentirão as suas repercussões. Valerá a pena lavar os dentes com a água a correr?
|| JMC - João Maria Condeixa, 18:07 || link || (1) Comentários |

segunda-feira, março 21, 2005

Be FAIRe...4 years it's not enough


Faz hoje 4 anos que foi criado o Fórum Académico para a Informação e Representação Externa, FAIRe. Está de parabéns não só pela informação e novos temas que faculta aos estudantes do Ensino Superior em Portugal, como pela credibilidade e qualidade que aos restantes representantes europeus presenteia.
Falta-lhe apenas um senão, falta-lhe um pouco mais de vida, de pimenta, de discussão e consequências daí resultantes.
Tinha que dizer isto, senão podia parecer que estava a escrever a nota obituária (aí sim, tudo é bom e positivo) e eu isso sinceramente não quero, nem desejo!
|| JMC - João Maria Condeixa, 16:09 || link || (6) Comentários |

domingo, março 20, 2005

Lisboa, menina e moça


Vale mesmo a pena dar uma vista de olhos por uma Lisboa que, embora abandonada, não perdeu o encanto e facilmente se sobrepõe às insensíveis paredes de betão que ainda nelas nada têm gravado.
Que me desculpe Évora que me adoptou e pela qual me sinto adoptado, mas o cordão umbilical por vezes fala mais alto. Agradeço ao A Arte da Fuga por me ter indicado o caminho para esta Lx.
|| JMC - João Maria Condeixa, 21:16 || link || (1) Comentários |

Correio Internacional é mais caro

Agora que o PPE vai enviar a foto do Freitas também para o Largo do Rato, fica a pergunta no ar...o secretário da família europeia «contactou a sede do PSD para saber se se tratava do mesmo Freitas do Amaral». Coitados, ainda estavam na esperança que o apelido do Professor fosse tão comum como Silva e desse azo a enganos...
Posto isto o Axónios Gastos congratula-se de não ter sido tão descabido o avançar da hipótese de Freitas se seguir a Guterres na Internacional Socialista...
|| JMC - João Maria Condeixa, 02:15 || link || (1) Comentários |

sábado, março 12, 2005

Fluoxentine, Batatas e Coca-cola...

Fluoxentine, principio activo que a muitos faz sorrir e que é mais vulgarmente conhecido por Prozac. Felizmente não se encontrará à venda nas grandes superfícies comerciais senão lá se ia de vez o comércio tradicional.
Não discuto o timing e se é prioritário ou não. Discuto apenas o conteúdo. A mim preocupa-me conferir tal facilitismo à compra de qualquer medicamento, por muito pouco nefasto que seja. Até o efeito placebo da compra poderá ser negativo. Se somos profissionais na auto medicamentação e mezinhas da avó, imagino o que faremos com os ingredientes todos "à mão de semear". Incluíndo a pílula do dia seguinte e as suas repercussões físicas, fruto de falta de aconselhamento médico e seguimento das regras necessárias...
Mas e os benefícios?
As listas de espera nas farmácias facilmente se findam com o método das senhas e quanto aos preços não sei se descerão...Para irem para as prateleiras dos supermercados os medicamentos passarão a entrar em concorrência segundo as regras do mercado, o que levará a uma maior aposta em métodos de venda e estratégias de marketing e consequentemente nos custos de produção que obrigatoriamente o consumidor irá cobrir aquando da compra...
E já agora gostava que alguém me transmitisse o valor das transacções destes medicamentos e o seu peso no negócio das farmácias...será que acabamos com o comércio e farmácias tradicionais?
Vantagens, existem?
Sim, as embalagens dos medicamentos passarão a ser ergonómicas, com muita cor, trarão brindes e em épocas especiais descontos em forma de cupão! Ai...disso o português gosta!!
|| JMC - João Maria Condeixa, 20:44 || link || (0) Comentários |

sábado, março 05, 2005

A política é a droga de muitos...

Dizia Miguel Portas acerca do irmão:
"A política é a sua droga". "Achei a declaração do meu irmão muito digna e não é fácil sair-se bem da política, mas ele conseguiu"
Concordo. Os termos não seriam os meus, realmente estes são mais bloquistas, mas partilho da mesma ideia.
Acho até que outros há, que não sairam bem, nem me parece que o venham a fazer. Eu sei que
«há momentos em que o país precisa do contributo especial de alguns para o bem comum de todos» , mas neste caso parece-me mais que alguns precisam do contributo especial do país para o seu próprio bem. Porquê? Porque há muito que desejam ser Presidente da República e em Janeiro provavelmente o melhor campo para jogar será o esquerdo, daí convir começar já a integrar o plantel. Mas há uma questão que eu não consigo deixar de pensar. Como é que a incoerência de um Homem, que funda o CDS, que se considera agora social democrata («Actualmente, tem 63 anos e afirma sentir-se um social-democrata», in TSF online) mas que vai representar a política socialista no estrangeiro, não tem limites?
Mais um pouco e presta-se a suceder ao lugar do Eng. António Guterres na IS...
Bem dizia Miguel Portas. A política pode ser uma droga e há uns que são "agarrados"!
|| JMC - João Maria Condeixa, 22:37 || link || (7) Comentários |

sexta-feira, março 04, 2005

Um misto de civilizações


Évora. Sexta-feira de manhã cedo e já uma trupe de japoneses se passeia pelas ruas. É meu hábito cruzar-me com eles e é também meu hábito rir-me das suas máscaras de protecção que utilizam como se de Tokyo se tratasse. Em vez de aproveitarem e inspirarem fundo para limparem os pulmões de todas as mazelas, continuam agarrados à máscara, não vá o fog aparecer. Mas, realmente, onde está o fog?
Uma cidade capital de um distrito, à qual até os Romanos reconheceram potencialidades, tem este ar angelical, puro e amigo do ambiente porque razão? Graças às empresas e às indústrias terem todas uma mentalidade nórdica e não poluirem, ou porque as empresas e indústrias não existem?
Infelizmente a resposta correcta é a segunda hipótese...
É lógico que me orgulho que a poluição, essa externalidade negativa, seja reduzida na minha cidade, mas em simultâneo gostaria de ver fixadas empresas, indústrias, nichos de mercado, que tanta falta fazem à região.
A taxa de natalidade é reduzida e inevitavelmente o nº de jovens também vai diminuindo, mas aproveitando para ser irónico, ainda bem, senão onde teriam emprego? Já sei...na Tyco...
Então e em alternativa já pensaram em turismo de qualidade? Em turismo que sirva também para fixar estes japoneses e outros que tais, de modo a que eles cá deixem os seus ienes? É que ver só de passagem templos romanos, não gera riqueza...
Vejamos, temos frio à nórdica, seca à australiana, japoneses à la grand métropole, mas nada de tecido empresarial ou turismo à altura...
Em que tempo parou Évora nestes últimos 30 anos? Viverá ainda à sombra do património?
Não nos fiquemos por aqui...o axónios não fica...
|| JMC - João Maria Condeixa, 13:44 || link || (4) Comentários |

quinta-feira, março 03, 2005

Extensão axonal - A arte da fuga


Ora aqui deixo mais um link, isto é, uma extensão axonal, para um blog que apesar de não ser recém nascido, só agora muitos o perfilharam possibilitando que eu o descobrisse.
Que o perfilhado se mantenha e veja nascer muitos dos seus...
|| JMC - João Maria Condeixa, 20:12 || link || (1) Comentários |
Site Meter BlogRating