Axónios Gastos - fibras condutoras ou prolongamentos de neurónios que se encontram já consumidos.

terça-feira, agosto 16, 2005

Calamidade??Nada disso...

18 fogos por circunscrever diariamente e já duas vítimas mortais que se somam às inumeras casas ardidas e famílias desalojadas, não significam calamidade... gostava de saber em que dicionário!
|| JMC - João Maria Condeixa, 20:18

4Comentários:

No dicionário Rosa.
;)
Blogger Ampop, at 10:02 da tarde  
Sugiro que investigues o que significa declarar estado de calamidade pública. Vais perceber porque só se faz em última instância. As coisas ainda assim são uma calamidade mas usar o termo retoricamente não dá resposta às dificuldades e anseios das pessoas.
Sugiro-te ainda que procures saber se o anterior Governo declarou alguma vez estado de calamidade pública e em que circunstância o fez.
Um abraço
Francisco da Costa
Anonymous Anónimo, at 8:52 da tarde  
Acho que tendo em consideração a grave seca que afecta o país, a extensão de área já ardida(já muito superior à dos outros anos e que para a qual não se perspectivam melhores dias), a inércia que existiu, nomeadamente no pedido de auxílio aos países vizinhos, instigam as pessoas a reclamar o estado de calamidade pública. Aí, as dificuldades das pessoas talves fossem "preenchidas" por ajudas vindas do fundo europeu que existe para esse propósito. Os fogos, a seca,o desespero das pessoas, a falta de meios, o desparecimento da floresta portuguesa parecem-me ser última instância. Mas há quem perceba mto mais que eu e peça o mesmo!
Blogger JMC - João Maria Condeixa, at 10:44 da tarde  
Entendo-te perfeitamente Miro, mas também pergunto, onde é que cabe aqui a retórica neste momento tão dramático!? Mais!! Peço-te por favor para não seguires a lógica do gato e do rato!! Porque se sim, também o extinto Governo PSD/PP teria muito a dizer hoje sobre medidas drásticas e estruturantes a tomadas para sanar este drama!!Desde Março último, este Governo já poderia ter tomado medidas profilácticas e não remediáveis face ao desconsolo que é ver os noticiários diariamente!! Legislação,agilização na aquisição de material aeronáutico contratualizado pelo anterior ministro da defesa, Dr. Paulo Portas, agora em "stand-by" para reequipar a Força Aérea Portuguesa e consequentemente destinar helicópteros de uso actual para uma equipa de uso exclusivo ao combate a incêndios,mais e melhor fiscalização florestal ( com mais meios técnico-logísticos), sensibilização nas escolas, nas estradas, nas cidades, cumprimento eficaz da lei que dita que num período minímo de 30 anos não se poderá construir prédios urbanos em áreas urbanas, limpeza das bermas das estradas( simples lixo inorgânico atirado janela fora, do género de garrafas de vidro, pode fazer deflagrar mais depressa um incêndio que um cigarro atirado ao chão), cativação de toda a madeira ardida por parte do Estado, de modo a combater interesses madeireiros, incentivos ao repovoamento de zonas mais isoladas, proibição de construção de prédios urbanos em zoans inóspitas, com muita vegetação e de difícil acesso, retirar os militares ´dos quartéis, com oem 2003, destinando-lhes trabalhos de limpeza de matas, acompanhamento de populações deslocadas, detecção de focos de incêndios, transporte de água, etc...São inúmeras as medidas que, com maior ou menor dificudade poderiam ter sido implementadas por este Governo assim que subiu ao poder!! Bastava ter vontade e...não se ter esquecido das críticas ferozes que fez enquanto na oposição precisamente sobre esta dialéctica!! o estado de calamidade nem bastará já para a tragédia que acomete o país!!
Blogger Unknown, at 2:34 da manhã  

Add a comment

Site Meter BlogRating